What’s New?
De onde veio a vida? A evolução é a melhor resposta científica?


Gold colored bar




Feto humano. Copyrighted, Films for Christ. A terra está repleta de formas de vida de enorme complexidade. De onde veio a primeira vida? Como ela se formou?

O evolucionismo é correto? O tempo, o acaso e os processos químicos naturais poderiam ter criado vida no princípio?

Muitos cientistas modernos são materialistas. Isto é, eles acreditam que a matéria física é a única realidade final. Eles presumem que tudo no universo, incluindo a vida, pode ser explicado em termos de interação de matéria. Materialistas não aceitam a existência de forças espirituais ou sobrenaturais.

Biólogos que acreditam no materialismo estão particularmente preocupados em: (a) provar uma origem puramente materialista da vida, e (b) provar que a vida pode ser criada em laboratório.

A maioria dos cientistas não é estritamente materialista. Bioquímico, Dr. Arthur Wilder-Smith:


This article is also available in English: Where did life come from? Is evolution the best scientific answer? English Answer
"A vida anda sobre a matéria, e a matéria tem de ser altamente organizada para carregar vida. Os materialistas dizem que a vida, uma vez que é feita de átomos, moléculas e reações químicas, é simplesmente apenas química e nada mais - e que a vida originou-se por reações químicas acidentais.

Agora, se a vida consiste de simples química, e nada além de química, a melhor maneira de compreender suas reais potencialidades é olhar para algumas substâncias químicas da vida. E nós veremos que NÃO é uma mera questão de química." [115]

Foi o famoso cientista e criacionista francês, Pasteur, quem providenciou a primeira evidência científica de que seres vivos não são produzidos a partir de matéria sem vida. [116] Durante a Idade Média, algumas pessoas pensavam que a matéria sem vida freqüentemente dava origem a seres vivos (geração espontânea). Pensava-se que vermes, insetos, ratos e outras criaturas eram geradas pelos materiais presentes em seu meio ambiente.

    geração espontânea: a idéia de que criaturas vivas podem ser produzidas naturalmente a partir de matéria bruta. [117] É importante notar que a ciência nunca observou tal ocorrência. [118]



Todas as coisas vivas passam a existir a partir dos pais.







Pai e filho. Photo copyrighted, Films for Christ. Todas as criaturas têm um pai de algum tipo. Todas as instruções estão no código de DNA do pai. No momento da concepção, o código de DNA passa a trabalhar, usando os nutrientes para construir uma pessoa inteira; corpo, cérebro e personalidade humanos a partir de uma simples célula-ovo fertilizada.

Ninguém jamais encontrou um organismo que nunca teve algum tipo de pai. Hoje, esse é um dos fatos mais aceitos na biologia. Todas as criaturas vivas são produzidas por um ou mais pais. Surpreendentemente, contudo, muitas pessoas modernas ainda acreditam fielmente em uma forma de “geração espontânea.”

Materialistas assumem que a vida surgiu espontaneamente no meio aquático da Terra primitiva - água que não continha absolutamente nenhuma vida, apenas minerais e substâncias químicas usadas pelos seres vivos. [119]

Porque o oxigênio na atmosfera destruiria toda possibilidade de vida surgindo por processos naturais, os materialistas erroneamente assumem que a atmosfera não possuía oxigênio. [120] Eles também assumem que a atmosfera continha certos ingredientes necessários, incluindo amônia, nitrogênio, hidrogênio, vapor de água e metano. [121] Entretanto, é bem sabido que a mistura desses ingredientes não cria vida. Então, materialistas teorizaram que algo mais seria necessário - talvez uma descarga de energia. [122]

Cientistas Tentam Criar Vida

Stanley Miller com seu famoso aparelho. Copyright, Films for Christ. Dr. Miller com seu famoso aparelho. Cientistas têm falhado completamente ao tentar produzir vida em tubos de ensaio. Até esta data, todas as tentativas de provar que a vida poderia ter surgido na Terra por qualquer meio natural também têm falhado. (Foto da série de vídeo ORIGINS.)

O Dr. Stanley Miller e o Dr. Sidney Fox foram dois dos primeiros cientistas a realizar experimentos laboratoriais com o propósito de tentar provar que a vida poderia surgir espontaneamente. Eles projetaram um aparelho de pyrex contendo metano, amônia, e vapor d'água, mas sem oxigênio. Por essa mistura eles passaram descargas elétricas para simular choques de relâmpagos. [123]

Qual foi o resultado? Nenhuma vida foi produzida, é claro, mas a eletricidade combinou alguns átomos para formar aminoácidos.


    aminoácidos: compostos que são as mais simples unidades a partir das quais as proteínas são formadas. [124]
Os experimentos de Miller/Fox provaram que a vida poderia eventualmente ter aparecido em algum oceano antigo atingido por relâmpagos? Não, seus resultados de fato enfraqueceram o caso. A mistura de aminoácidos e outros simples produtos químicos produzidos não é correta para produzir vida. Todas as formas de vida conhecidas usam aminoácidos que são exclusivamente levógiros (do tipo “mão esquerda”). [125]

Aminoácidos de mão esquerda e direita. Illustration copyrighted, Films for Christ.
    Moléculas levógiras: um termo usado para se referir à "estereoquímica" da construção da molécula. Um aminoácido pode ser quimicamente levógiro (mão esquerda) ou dextrógiro (mão direita) em sua orientação. Essas duas formas são idênticas em seus átomos, mas opostas em seu arranjo tridimensional. Uma é como a imagem da outra no espelho. [126]

Aminoácidos de mão direita. Copyright, Films for Christ.
Nenhuma forma de vida conhecida pode usar uma combinação de ambos “mão esquerda” e “mão direita” aminoácidos. Adicionar sequer um aminoácido de “mão direita” a uma cadeia de “mão esquerda” pode destruir toda a cadeia! [127] Quando aminoácidos são sintetizados em laboratório, há sempre uma mistura de 50% das duas formas. Apenas através de processos altamente avançados e inteligentemente controlados essas duas formas podem ser separadas.




Até mesmo se esse insuperável obstáculo não existisse, outros problemas bem maiores restariam para a produção de vida. Há numerosas razões pelas quais os aminoácidos se desintegrariam, ou antes, nunca se formariam. [128] Além disso, a vida requer muito mais do que aminoácidos. Uma necessidade são as proteínas, outra é o código de DNA.

    proteínas: substâncias químicas (moléculas) extremamente complexas constituídas de aminoácidos; encontradas em todos os animais e plantas.

Substâncias Químicas + Energia: Elas poderiam ter dado origem à primeira forma de vida?

Um químico calculou a imensa probabilidade contra a combinação de aminoácidos para formar as proteínas necessárias por meios indiretos. Ele estimou uma probabilidade de mais de 10 elevado a 67 para 1 (1067:1) contra a formação de mesmo uma pequena proteína – pelo tempo e o acaso, em uma mistura ideal de substâncias químicas, em uma atmosfera ideal e fornecido o tempo de 100 bilhões de anos (uma idade de 10 a 20 vezes maior do que a suposta idade da Terra) [129] Matemáticos geralmente concordam que, estatisticamente, qualquer probabilidade além de 1 em 10 elevado a 50ª (1:1050) tem zero chance de alguma vez ocorrer ("e mesmo quando dado o benefício da dúvida!"). [130]

Vários pesquisadores altamente qualificados pensam ter provado cientificamente, além de qualquer dúvida, que as proteínas necessárias para a vida nunca poderiam ter vindo a existir por acaso ou por qualquer processo natural. [131]

    molécula: uma combinação química de átomos.

O que o químico, Dr. Wilder-Smith conclui ser a afirmação final sobre o assunto?

"O fato é que enfaticamente a vida NÃO poderia ter surgido espontaneamente em uma sopa primitiva desse tipo." [132]


No momento em que o sistema RNA/DNA tornou-se conhecido, o debate entre Evolucionistas e Criacionistas deveria ter sofrido uma parada brusca.
(I.L. Cohen)



As Moléculas de DNA e a Esmagadora Vantagem Contra a Geração Espontânea.

Dentro de cada célula há uma área chamada de núcleo, que contém as estruturas de maior importância: os cromossomos. [133] Os cromossomos são estruturas microscopicamente pequenas, em forma de bastões, que carregam os genes. Dentro dos cromossomos, há uma estrutura ainda menor, chamada DNA. [134] Esta é uma das mais importantes substâncias químicas no corpo humano - ou em qualquer outro ser vivo. O crescente conhecimento científico sobre as moléculas de DNA tem revelado enormes problemas para o materialismo.

DNA. Illustration  copyrighted, Films for Christ. Quais são as chances da evolução da molécula de DNA - crucial para toda vida - por processos naturais? Sem algum tipo de controle exterior de um projetista, é virtualmente impossível.

DNA é uma super-molécula que armazena informações hereditárias codificadas. Ela consiste de duas longas “correntes” de “blocos de construção” químicos emparelhados. Nos humanos, os filamentos de DNA medem quase duas jardas, e ainda têm menos de um trilionésimo de uma polegada de espessura. [135]

Em sua função, o DNA é como um programa de computador em um disquete. Ele armazena e transfere informação codificada e instruções. Diz-se que o DNA humano armazena um código de informações para encher 1.000 livros - cada um com 500 páginas de letras muito pequenas e comprimidas. [136] O código de DNA produz um produto muito mais sofisticado do que o de qualquer computador.

Assombrosamente, esse enorme conjunto de instruções cabe com facilidade dentro de uma simples célula e rotineiramente dirige a formação de adultos humanos inteiros, começando de um único óvulo fertilizado. Mesmo o DNA de uma bactéria é altamente complexo, contendo no mínimo 3 milhões de unidades [137], todas alinhadas em uma seqüência muito precisa e significativa.

Aspirina. Photo copyrighted. Courtesy Eden Comm.O DNA e as moléculas que o cercam formam um mecanismo verdadeiramente extraordinário - uma maravilha miniaturizada. A informação é armazenada de modo tão compacto que toda a quantidade de DNA necessária para codificar todas as pessoas do nosso planeta caberia em um espaço não maior do que uma aspirina! [138]

Muitos cientistas estão convencidos de que um código tão complexo e uma química tão intrincada nunca poderiam ter vindo a existir por química pura e sem direção. [139] Não importa como as substâncias químicas são misturadas, elas não criam espirais de DNA ou qualquer outro código inteligente. Apenas DNA reproduz DNA.

Dois cientistas bem renomados calcularam as chances da formação da vida por processos naturais. Eles estimaram que há menos de 1 chance em 1040.000 de que a vida poderia ter sido originada por tentativas aleatórias. 10 elevado a 40.000 é um 1 seguido por 40.000 zeros! [140]

Como alguém pode fazer idéia do valor de um número tão grande? De acordo com a maioria dos Evolucionistas, o universo tem menos de 30 bilhões de anos [141], e há menos de 10 elevado a 18 (1018) segundos em 30 bilhões de anos. Então, mesmo que a natureza pudesse, de alguma forma, ter produzido trilhões de combinações de código genético a cada segundo por 30 bilhões de anos, as probabilidades contra a produção do mais simples animal unicelular por tentativa e erro ainda continuariam sendo inconcebivelmente imensas! [142]

Em outras palavras, as probabilidades favorecem enormemente a idéia de que um projetista inteligente foi responsável até pelas moléculas mais simples de DNA.

Químico Dr. Grebe:

"A idéia de que a evolução orgânica poderia ser responsável pelas complexas formas de vida do passado e do presente tem sido abandonada há tempos, desde então, por homens que compreenderam a importância do código genético do DNA." [143]
Pesquisador e matemático I.L. Cohen:
"No momento em que o sistema DNA/RNA tornou-se conhecido, o debate entre Evolucionistas e Criacionistas deveria ter sofrido uma parada brusca. …as implicações do DNA/RNA foram óbvias e claras. Matematicamente falando, baseado em conceitos de probabilidade, não há nenhuma possibilidade de que a Evolução tenha sido o mecanismo que criou as aproximadamente 6.000.000 de espécies de plantas e animais que reconhecemos hoje." [144]
Evolucionista Michael Denton:
"A complexidade do mais simples tipo de célula conhecido é tão grande que é impossível aceitar que tal objeto pudesse ter sido montado repentinamente por algum tipo de evento anormal, enormemente improvável. Tal ocorrência não poderia ser distinguida de um milagre." [145]
Jet airplane. Photo copyrighted.O famoso pesquisador Sir Fred Hoyle está de acordo com os Criacionistas nesse ponto. [146] Ele notadamente afirmou que supor que a primeira célula tenha se originado pelo acaso é como acreditar que "um tornado varrendo um ferro-velho possa montar um Boeing 747 a partir dos materiais presentes ali." [147]



A noção de que… o programa operando em uma célula viva possa ter surgido pelo acaso em uma sopa primordial aqui na Terra é evidentemente uma falta de senso do maior grau. [140]
(Evolucionista Sir Fred Hoyle)



Muitos, se não a maioria, dos pesquisadores sobre a origem da vida agora concordam com Hoyle: A vida não poderia ter surgido pelo acaso ou por qualquer processo natural conhecido. [148] Muitos Evolucionistas estão agora procurando por alguma força teórica dentro da matéria que possa empurrar a matéria em direção a uma montagem de maior complexidade. Muitos Criacionistas acreditam que isso está destinado ao fracasso, uma vez que contradiz a Segunda Lei da Termodinâmica.

É importante perceber que a informação registrada nas moléculas de DNA não é produzida por nenhuma interação natural de matéria. Matéria e moléculas não possuem inteligência inata, permitindo auto-organização em códigos. Não há nenhuma lei física conhecida que forneça às moléculas uma tendência natural para se arranjarem por si mesmas em tais estruturas codificadas.[149]

Como um disco de computador, o DNA não tem inteligência. Os códigos complexos e cheios de propósito de seu “programa mestre” só poderiam ter-se originado no seu exterior. No caso de um programa de computador, os códigos originais foram colocados lá por um ser inteligente, um programador. Da mesma maneira, para o DNA, parece claro que a inteligência teve de ter vindo primeiro, antes da existência do DNA. Estatisticamente, as chances são enormes a favor dessa teoria. O DNA carrega as marcas de fabricação inteligente.

Dr. Wilder-Smith foi um admirado cientista com três doutorados. Ele era muito bem informado sobre biologia moderna e bioquímica. Em sua considerada opinião, qual foi a fonte dos códigos de DNA encontrados em cada planta e animal?

"… uma tentativa de explicar a formação do código genético a partir dos componentes químicos do DNA… é comparável à suposição de que o texto de um livro surgiu das moléculas do papel onde as frases aparecem, e não de qualquer fonte externa de informação." [150]

"Como um cientista, eu estou convencido de que a pura química de uma célula não é suficiente para explicar o funcionamento de uma célula, embora o funcionamento seja químico. As operações químicas das células são controladas por informações que não residem nos átomos e moléculas da célula.

Há um autor que transcende o material e a matéria de que esses filamentos são feitos. O autor primeiramente concebeu a informação necessária para fazer uma célula, então a escreveu e depois a fixou em um mecanismo que a lesse e pusesse em prática - assim as células constroem-se sozinhas a partir da informação…" [151]



OS RESULTADOS FINAIS
na origem da vida

  • Durante toda a história humana documentada, nunca houve um caso comprovado de uma criatura viva que tenha sido produzida por alguma coisa que não fosse outra criatura viva.

  • Até agora, o Evolucionismo não produziu uma explicação cientificamente plausível para a origem de imensas complexidades como o DNA, o cérebro humano e muitos outros complexos elementos do cosmos.

  • É altamente prematuro para os materialistas afirmarem que todas as criaturas evoluíram à existência enquanto a ciência ainda tem de descobrir como até uma simples molécula de proteína poderia de fato ter vindo a existir por processos naturais.

  • Não há prova científica de que a vida tenha (ou alguma vez poderia ter) vindo a existir a partir de matéria sem vida. Além disso, existem evidências substanciais de que a geração espontânea é impossível. Apenas DNA é conhecido como capaz de produzir DNA. Nenhuma interação química de moléculas tem ao menos chegado perto de produzir esse código ultra-complexo que é tão essencial a toda vida conhecida.

Click hereAprenda mais sobre a incrível complexidade da vida e as implicações para a Evolução

Click hereAprenda como a teoria evolucionista para a origem da vida contraria uma lei básica da natureza [em inglês—info]

Click hereConclusões pessoais do Dr. Wilder-Smith sobre a fonte de teleonomia na natureza estão nas referências [157].

Click hereUse a Super biblioteca da Criação.



The Illustrated ORIGINS Answers Book
Livro
, The Illustrated ORIGINS Answer Book by Paul S. Taylor. Publisher: Films for Christ

Referências (Ler)

Traduzido por Lia Moura
Autor: Paul S. Taylor, Films for Christ. Adaptado de The Illustrated ORIGINS Answer Book (disponível para compra)

Copyright © 1999, Films for Christ, Todos os Direitos Reservados - exceto quando notado na página “Usos e Copyright” que granjeia aos usuários da ChristianAnswers.Net direitos generosos de usarem esta página em suas casas, em seu testemunho pessoal, em suas escolas e igrejas.

Go to Films for Christ

ChristianAnswers.Net/portuguese
Christian Answers Network
PO Box 1167
Marysville WA 98270-1167 EUA
       


ChristianAnswers.Net em inglês
Página principal
Atalhos
Christian Answers Network PÁGINA PRINCIPAL e LISTAGENS
Go to index page