What’s New?
Complexidade dos Seres Vivos
Referências

Gold colored bar




These references are also available in English: Complexity of Living Things - References English Answer
Autor: Paul S. Taylor da Films for Christ

Estas referências são para uso em conjunto com o texto principal, veja ChristianAnswers.Net/portuguese/q-eden/life-complexity-port.html.



A Incrível Complexidade dos Seres Vivos

152

  • Phillip E. Johnson, Darwin on Trial (Downers Grove, Illinois: InterVarsity Press, 1991), p. 103.

  • Alguns cientistas agora encaram as bactérias como organismos multicelulares altamente complexos:

  • “Embora as bactérias sejam minúsculas, elas exibem complexidades bioquímicas, estruturais e comportamentais que excedem a descrição científica. Em observância com a atual revolução microeletrônica, deve fazer mais sentido igualar seu tamanho com sua sofisticação mais do que com sua simplicidade… Sem as bactérias, a vida na Terra não poderia existir na sua forma presente.”

    [James A. Shapiro, “Bacteria as Multicellular Organisms,” Scientific American, Vol. 258, No. 6 (June 1988), p. 82 (emphasis added).]

  • Um animal unicelular pode ser constituído por milhões de componentes moleculares.

  • A respeito da grande complexidade das criaturas unicelulares, Dr. Ilya Prigogine, Professor e Diretor do Departamento de Física da Universite Libre de Bruxelles, confirma:

    “Mas que não tenhamos ilusões - nossa pesquisa ainda nos deixaria muito incapazes de alcançar a extrema complexidade dos organismos mais simples.”!

    [Ilya Prigogine, “Can Thermodynamics Explain Biological Order?,” Impact of Science on Society, Vol. 23, No. 3 (1973), p. 178.]

  • É também interessante notar que há uma enorme lacuna entre os muitos animais unicelulares e os animais pluricelulares. Não há nenhum animal conhecido com 2 células, por exemplo - ou com 3, 4… mesmo 20 células.

    [Lynn Margulis e Karlene V. Schwartz, Five Kingdoms: An Illustrated Guide to the Phyla of Life on Earth (San Francisco: W.H. Freeman and Company, 1982), pp. 178-179; E. Lendell Cockrum e William J. McCauley, Zoology (Philadelphia: W.B. Saunders Company, 1965), p. 163.]

  • Os animais pluricelulares menos complexos são as esponjas (que os Evolucionistas pensam não ter evoluído em nenhum outro tipo de animal) e o mesozoa (um parasita de uma criatura mais complexa).



Complexidade do Cérebro Humano

153

  • A respeito da complexidade do cérebro humano, Judson Herrick, Professor de Neurologia da University of Chicago, afirma que:

    “Se um milhão de células nervosas corticais forem conectadas umas às outras em grupos de apenas dois neurônios cada em todas as possíveis combinações, o número de padrões diferentes de conexões entre os neurônios conseguidos dessa maneira seria expresso por 10 elevado a 2.783.000. Isto, é claro, não é a estrutura real, como veremos; mas a ilustração deve servir para imprimir em nós a inconcebível complexidade das interconexões dos nove mil e duzentos milhões [9.200.000.000] de células nervosas que sabemos existir no córtex cerebral." (p. 5)

    "Baseado na estrutura conhecida do córtex, o cálculo seguinte pode ser considerado como uma declaração conservadora do número de conexões intercelulares que estão anatomicamente presentes e disponíveis para uso em um pequena série de processos associativos no córtex. Começando novamente com um milhão (106) de neurônios corticais da área visual simultaneamente excitados por alguma imagem da retina, cada um deles certamente ativa pelo menos outros dez (107), e cada um desses, por sua vez, outros dez (108) …Se para simplicidade do cálculo nos limitarmos a uma milhão dos 108 neurônios já ativados no processo, e se nós assumirmos que eles podem ser recombinados entre si em todos os padrões teoricamente possíveis, o número total de tais conexões excederia muito os 102.783.000 já mencionados como as combinações teoricamente possíveis em grupos de apenas dois.” (pp. 7-8)

    [C. Judson Herrick, Brains of Rats and Man: A Survey of the Origin and Biological Significance of the Cerebral Cortex (New York: Hafner Publishing Co., 1963), 382 pp. (emphasis added), e veja também Paul G. Roofe, p. “x” da introdução desta mesma edição.]

  • Assim, há um número surpreendentemente grande de interconexões possíveis dentro de um cérebro, excedendo em muito a estimativa do número total de átomos em todo o universo visível –

    “Há apenas 10 elevado a 70 átomos em todo o universo observável.”

    [Michael Denton, Evolution: A Theory in Crisis (Bethesda, Maryland: Adler and Adler Publishers, 1986), p. 310.]

  • “Grosseiramente, o cérebro humano é um computador natural composto de 10 a 100 bilhões de neurônios, e cada um deles conectado a cerca de 10.000 outros, e todos com funcionamento em paralelo …O sistema neural realiza cerca de 100 etapas de processamento para executar uma complexa tarefa de visão ou fala, que um computador eletrônico realizaria em bilhões de etapas de processamento.”

    [Michael Recce e Philip Treleavan, “Computing from the Brain,” New Scientist, Vol. 118, No. 1614 (May 26, 1988), p. 61 (emphasis added).]

  • Neurologista, cirurgião de cérebro, e Evolucionista Dr. Wilder Penfield concluiu que deve haver mais no cérebro humano do que os componentes físicos, deve haver outro elemento - o que algumas pessoas chamam de mente ou alma. Ele acredita que esse segundo elemento é que programa e lê o computador cerebral:

    “…Depois de anos de empenho para explicar a mente baseado apenas nas funções cerebrais, eu tive de chegar à conclusão que é mais simples (e bem mais fácil para ser lógico) se adotarmos a hipótese de que nosso ser consiste de dois elementos fundamentais.” [cérebro e mente (ou alma)] (p. 80 – emphasis added)

    “Porque parece ser certo que sempre será inteiramente impossível explicar a mente com base na ação neural no interior do cérebro, e porque me parece que a mente se desenvolve e amadurece independentemente por toda a vida de um indivíduo como se fosse um elemento contínuo, e porque um computador (que é o que o cérebro é) deve ser programado e operado por um agente capaz de entendimento independente, eu sou forçado a escolher a proposição de que nosso ser deve ser explicado com base em dois elementos fundamentais.” [cérebro e mente, ou corpo e alma] (p. 80 – emphasis added)

    “Concluo que não há nenhuma boa evidência… de que o cérebro possa realizar sozinho todo o trabalho que a mente faz…” (p. xxi)

    “…Supor que o mais importante mecanismo cerebral ou qualquer grupo de reflexos, embora complicados, realize o que a mente faz, e dessa maneira execute todas as funções da mente, é bastante absurdo.” (p. 79, emphasis added)

    “…A mente parece agir independentemente do cérebro da mesma maneira que um programador age independentemente de seu computador, por mais que ele possa contar com a ação do computador para certos propósitos.” (pp. 79-80)

    “…A fim de sobreviver após a morte, a mente deve estabelecer uma conexão com uma outra fonte de energia que não a do cérebro. (p. 88 – ênfase de Penfield)

    [Wilder Penfield, The Mystery of the Mind: A Critical Study of Consciousness and the Human Brain (Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 1975), 123 pp.]

      teleonomia: Informação armazenada dentro de um ser vivo. Teleonomia envolve o conceito de alguma coisa ter um projeto e um propósito. Não-teleonomia é “falta de direção”, ausência de planejamento. A teleonomia de uma coisa viva é de algum modo armazenada dentro de seus genes. Teleonomia pode usar energia e matéria para produzir maior ordem e complexidade.

  • A respeito do cérebro humano, Arthur E. Wilder-Smith, Ph.D., D.Sc., Dr.es.Sc., afirma:

    “Qualquer cientista que sustente a visão de que a teleonomia e a informação necessária para construir um órgão como o córtex humano se desenvolveram pelo acaso com a ajuda das leis da natureza ou não está familiarizado com a segunda lei da termodinâmica ou é supersticioso, porque como um cientista ele deveria saber que teleonomia e inteligência são requeridos para construir um computador eletrônico inteligente, porque a matéria do computador não possui a teleonomia necessária, nem a possuem as leis da natureza governando o comportamento dos átomos e moléculas inorgânicas quando um organismo biológico é sintetizado.”

    [Arthur E. Wilder-Smith, The Natural Sciences Know Nothing of Evolution (Santee, California: Master Books, 1981), p. 154 (emphasis added).]



154

  • Citação do falecido bioquímico e ateísta escritor Dr. Isaac Asimov:

    “No homem está um cérebro de três libras que, até onde nós sabemos, é o mais complexo e ordenado arranjo de matéria no universo.”

    [Isaac Asimov, “In the Game of Energy and Thermodynamics You Can't Even Break Even,” Smithsonian (June 1970), p. 10.]

  • Dr. Michael Denton fez um comentário semelhante a respeito do maravilhoso mecanismo de síntese de proteínas encontrado em todos os seres vivos:

    “É surpreendente pensar que essa notável peça de maquinário, que possui a capacidade final de construir todos os seres vivos que já existiram na Terra, desde uma sequóia gigante até o cérebro humano, pode construir todos os seus próprios componentes em questão de minutos e pesar menos que 10-16 gramas. É da ordem de alguns milhares de milhões de vezes menos que a menor peça de máquina funcional construída pelo homem.”

    [Michael Denton, Evolution: A Theory in Crisis (Bethesda, Maryland: Adler and Adler Publishers, 1986), p. 338 (emphasis added).]



155

  • Dr. Michael Denton (cientista de pesquisa biológica e M.D.):

    “É a pura totalidade da perfeição, o fato de que para onde quer que olhemos, em qualquer profundidade que olhemos, encontramos uma elegância e ingenuidade de uma qualidade absolutamente transcendente, que nos consola contra a idéia do acaso.”

    [Michael Denton, Evolution: A Theory in Crisis (Bethesda, Maryland: Adler and Adler Publishers, 1986), p. 342 (emphasis added).]



156

  • Dr. Michael Denton:

    “A força quase irresistível da analogia minou completamente a suposição complacente, predominante no meio biológico durante a maior parte do século passado, de que a hipótese de um criador poderia ser excluída com o pretexto de que a noção é a piori um conceito fundamentalmente metafísico e portanto cientificamente infundado. Ao contrário, a inferência de um criador é uma indução puramente posterior baseada numa aplicação consistente e sem piedade da lógica da analogia. A conclusão pode ter implicações religiosas, mas ela não depende de pressuposições religiosas.”

    [Michael Denton, Evolution: A Theory in Crisis (Bethesda, Maryland: Adler and Adler Publishers, 1986), p. 341 (emphasis added).]

  • “Eu nunca opero sem ter um sentimento subconsciente de que não há meios desse mecanismo extraordinariamente complicado conhecido como corpo humano ter simplesmente emergido do limo e da lama. Quando faço uma incisão com meu bisturi, eu vejo órgãos de tal complexidade que simplesmente não teria havido tempo suficiente para que processos evolucionários naturais os tivessem desenvolvido.”

    [C. Everett Koop, in Eric C. Barrett e David Fisher, editors, Scientists Who Believe (Chicago: Moody Press, 1984), p. 163 (emphasis added).]

      Dr. C. Everett Koop: Ex-Cirurgião Geral dos Estados Unidos / Ex-editor do The Journal of Pediatric Surgery / Recebeu no mínimo 8 prêmios de honra graças à sua perícia cirúrgica / Membro de mais de uma dúzia de sociedades médicas pelo mundo / Ex-presidente da seção de cirurgia da American Academy of Pediatric Surgery / Ex-professor da University of Pennsylvania School of Medicine.



157

Para mais informações sobre o ponto de vista de Wilder-smith sobre a teleonomia, veja:
  • Arthur E. Wilder-Smith, The Scientific Alternative to Neo-Darwinian Evolutionary Theory: Information Sources & Structures (P.O. Box 8000, Costa Mesa, California 92628: TWFT Publishers, 1987), 176 pp., e God: To Be or Not to Be: A Critical Analysis of Monod's Scientific Materialism (Neuhausen-Stuttgart, West Germany: Telos International, 1975), 117 pp.



De Volta ao Texto Principal

Traduzido por Lia Moura
Autor: Paul S. Taylor, Films for Christ.

Copyright © 1999, Films for Christ, Todos os Direitos Reservados - exceto quando notado na página “Usos e Copyright” que granjeia aos usuários da ChristianAnswers.Net direitos generosos de usarem esta página em suas casas, em seu testemunho pessoal, em suas escolas e igrejas.

Go to Films for Christ

Christian Answers Network

To Eden Home Page | To Christian Answers Network Homepage

ChristianAnswers.Net/portuguese
Christian Answers Network
PO Box 1167
Marysville WA 98270-1167 EUA
       

ChristianAnswers.Net em inglês
Página principal
Atalhos
Christian Answers Network PÁGINA PRINCIPAL e LISTAGENS
Go to index page